FUNAG lança livro “Os Estados Unidos e a Comissão Interamericana de Direitos Humanos: Denuncias, Interações, Mobilizações”

A Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) lança a obra “Os Estados Unidos e a Comissão Interamericana de Direitos Humanos: Denuncias, Interações, Mobilizações. Organizado por Marrielle Maia, Andrei Koerner e Debora Alves Maciel, a coletânea traz análises dos resultados de investigação empírica sobre denúncias de violação de direitos humanos contra os Estados Unidos, apresentadas e acolhidas pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), da Organização dos Estados Americanos (OEA), no período de 1971 a 2012. Ela resulta de atividades do grupo de pesquisadores sobre direitos humanos do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Estudos sobre os Estados Unidos (INCT-Ineu), e foi realizada no âmbito do Grupo de Pesquisas sobre Direito e Política (GPD/Ceipoc/UNICAMP), do Grupo de Estudos sobre os Estados Unidos (GEA/IERIUFU) e do Núcleo de Pesquisas e Estudos em Direitos Humanos (Nupedh/IERIUFU) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) de Guarulhos, no período de 2012 a 2014.A relevância do tema se evidencia na confluência de duas questões: a da complexidade da problemática dos direitos humanos e a do papel singular dos Estados Unidos no sistema internacional, em particular a sua condição de ator hegemônico nas relações hemisféricas. O grupo elaborou uma estratégia teórico-metodológica para levar em consideração as implicações dessas questões. A estratégia combina a análise institucional e a da ação coletiva, com ênfase na temática da mobilização do direito.

O livro está disponível para download gratuito na biblioteca digital da FUNAG.

Print Friendly, PDF & Email

Seja o primeiro a comentar

Top