Análise dos Esforços de Modernização do Aparelho Militar no Brasil, China, Índia, por Marcos Guedes & Deywisson Souza

image_pdfimage_print

Os recentes esforços de modernização tecnológica das Forças Armadas do Brasil, China e Índia e sua relação com  condicionantes e interesses de  níveis regional e  global, que podem ser mais facilmente  enfrentados e alcançados pela projeção de poder militar são o tema do artigo Análise dos Esforços de Modernização do Aparelho Militar no Brasil, China, Índia e dos Projetos Estratégicos Brasileiros, publicado no volume 17 de Meridiano 47, Journal of Global Studies.

Buscou-se reunir um conjunto de fatores em três esferas, que atuam como indutores para a aquisição e investimentos em novos equipamentos militares dos três casos observados: 1) indutores e interesses de âmbito geopolítico e regional, como o fortalecimento da integração regional, consolidação do status de potência regional dominante, estabilização regional e a capacidade para atuação em possíveis litígios; 2) objetivos e indutores de nível global, como o assento permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU) e uma possível rivalidade hegemônica com Estados Unidos da América (EUA); 3)  condicionantes e interesses de segurança energética e defesa de recursos naturais essenciais, como a defesa de reservas estratégicas (Amazônia, Pré-Sal, vias de acesso aos combustíveis fósseis).

Parte-se de uma perspectiva em que os novos equipamentos militares dos três países criam mecanismos de projeção de poder condizentes com as suas necessidades nesses três níveis, pois incrementam as suas potencialidades para projeção de poder militar e consecução dos interesses nacionais.  Os três países têm respondido às necessidades estratégicas e estão envolvidos em dinâmicas regionais e ambições globais que apesar de serem divergentes, no que se refere a amplitude e magnitude de seus contextos específicos, se assemelham ao impor reformas que visam atender às exigências regionais e de caráter sistêmico.

As exigências dos dois casos asiáticos assemelham-se as brasileiras e certamente compará-los com o país sul-americano nos auxilia na identificação das ações racionais que podem efetivamente favorecer a consecução de seus objetivos, como a efetiva liderança brasileira na América do Sul, a defesa de seus recursos naturais estratégicos e seu maior peso na política internacional.

 Leia o artigo:

SOUZA, Deywisson Ronaldo Oliveira de; GUEDES DE OLIVEIRA, Marcos Aurélio. Análise dos Esforços de Modernização do Aparelho Militar no Brasil, China, Índia e dos Projetos Estratégicos Brasileiros. Meridiano 47 – Journal of Global Studies, [S.l.], v. 17, mar. 2016. ISSN 1518-1219.

Deywisson Ronaldo Oliveira de Souza, Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Ciência Política, Recife – PE, Brazil (dros.ufpe@gmail.com);

Marcos Aurélio Guedes de Oliveira, Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Ciência Política, Recife – PE, Brazil (guedes@hotmail.com).

Seja o primeiro a comentar