Evento – Assistência à Saúde em Perigo – Líbia e Somália no Olhar de André Liohn: Mostra de fotos e debate em Brasília

Como forma de alertar para a adoção urgente de medidas que cessem a violência contra pacientes, instalações médicas e pessoal de saúde em áreas de conflito armado e emergências, e que seja respeitado o direito ao acesso aos cuidados médicos tanto para militares como para civis, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) traz para Brasília a mostra fotográfica “Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália no Olhar de André Liohn” de 10 de setembro até 12 de outubro. A exposição reúne 70 imagens realizadas pelo premiado fotojornalista entre 2010 e 2013 na Somália e na Líbia e denunciam ao público a precariedade e a insegurança no atendimento aos feridos de guerra e às equipes de socorro.

Paralelamente, no debate “Consequências humanitárias da falta de respeito e proteção aos serviços de saúde”, Rilito Povea,  gerente da campanha internacional Assistência à Saúde em Perigo, fará uma palestra comentada pela presidente da Associação Brasileira de Enfermagem (ABE), Angela Maria Alvarez, o diretor de Relações Internacionais da Associação Médica Brasileira (AMB), Dr. Miguel R. Jorge,  o coordenador adjunto do Departamento de Atenção Especializada e Temática do Ministério da Saúde,  Alexandre Teixeira Trino, e moderada por Ricardo Laino, responsável pelo programa Acesso à Saúde do CICV. O debate será realizado no dia 25 de setembro, quinta-feira, às 18h, no Auditório do Museu Nacional da República. A entrada é gratuita e livre para todos os públicos, sujeita à lotação do local.

A mostra de André Liohn é parte da campanha internacional “Assistência à Saúde em Perigo” lançada  pelo CICV há três anos, que tem como objetivo a mobilização mundial para reforçar a determinação dos Estados, das instituições e da opinião pública sobre a necessidade de proteger o acesso à saúde, garantindo a prestação imparcial e eficaz dos serviços médicos em situações de conflito armado e emergências. “Trata-se de garantir que os feridos e os doentes tenham acesso adequado aos serviços de saúde. Trata-se também de ter certeza de que as instalações médicas e o pessoal de saúde não sejam atacados sob nenhuma circunstância. As normas universais do Direto Internacional Humanitário (DIH) preveem este espaço humanitário de proteção e assistência”, ressalta Felipe Donoso, chefe da Delegação Regional do CICV para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai.

Há dez anos trabalhando em cobertura de conflitos armados pelo mundo, André Liohn esteve por diversas vezes em países como a Somália, a Síria e a Líbia. Ao longo desse período, retratou a vida diária de pessoas comuns que querem de alguma forma contribuir para aliviar o sofrimento da população nessas regiões.

A entrada é gratuita.

Captura de Tela 2014-09-15 às 19.18.47

Mais informações :

Sandra Lefcovich, CICV Brasilia, tel + 5561 8175155 99  slefcovich@icrc.org

www.cicr.org/por

Serviço
Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália no Olhar de André Liohn
Mostra fotográfica
De 10 de setembro a 12 de outubro
Museu Nacional da República
Esplanada dos Ministérios – Brasília – BF
Visitação: De terça a domingo, das 9h às 18h30
Entrada Gratuita
Livre para todos os públicos

 

Seja o primeiro a comentar